SEGURANÇA NAS ESTRADAS; DICAS PARA UMA VIAGEM TRANQUILA


Vida de caminhoneiro não é fácil. Além de passar muito tempo longe de casa e da família, os motoristas ainda têm que lidar com problemas como o roubo de cargas, a violência nas estradas e enfrentar as complexas condições de parte das rodovias brasileiras. Por outro lado, a segurança de quem vive viajando depende muito do comportamento do próprio caminhoneiro.

Além das revisões periódicas, antes de cada viagem o motorista deve fazer uma checagem geral em seu caminhão para identificar eventuais defeitos ou problemas e, assim, reduzir os riscos de acidentes. Dê especial atenção aos freios, pneus, amortecedores, faróis, lanternas e espelhos e aos níveis de água, óleo e combustível. Certifique-se também de que a documentação – sua e do veículo – está em dia.

Ao volante, todo cuidado é pouco. Respeite sempre a sinalização, não corra, mantenha distância do veículo que está à frente e fique atento aos pedestres e ciclistas. Em caso de pista molhada ou sob neblina, reduza a velocidade ou pare em um local seguro até que seja possível seguir com segurança.

E lembre-se de que cuidar da própria saúde também é uma forma de garantir uma boa viagem. Procure alimentar-se corretamente e dormir bem. Além disso, faça exames médicos periódicos e não use drogas ou álcool, especialmente se for dirigir.

Um motorista que cuida de si, também cuida da infância! A exploração sexual de crianças e adolescentes nas estradas ainda é uma realidade e o caminhoneiro, como agente de proteção, pode garantir a segurança de meninos e meninas em todo o Brasil. Se encontrar crianças e adolescentes em situação de risco, disque 100! Para saber mais, acesse:

Childhood Brasil www.childhood.org.br

Programa Na Mão Certa www.namaocerta.org.br

Fonte: Revista Caminhoneiro